Lipoaspiração: como é feito o procedimento?

A medicina estética tem evoluído bastante nos últimos anos, assim como a quantidade de profissionais capacitados. O Brasil é um dos países que mais realiza esse procedimento no mundo. Dentre as intervenções estéticas mais realizadas está a lipoaspiração. Neste artigo, explicamos tudo sobre a lipo, como também é chamada. Continue a leitura para saber mais.

O que é a lipoaspiração?

Esta é uma cirurgia plástica para remoção dos depósitos de gordura subcutânea, realizada com a técnica de aspiração. Pode ser feita em diversas partes do corpo e ser classificada em pequena, média ou grande. A variação do tipo ocorre segundo o percentual de gordura retirada e da área em que está localizada. O objetivo do procedimento é remover o tecido adiposo e devolver o contorno do corpo, oferecendo uma aparência mais harmoniosa. A cirurgia, geralmente, é realizada no abdômen, coxas, flancos, costas, quadril, joelhos, pescoço, nádegas, culote, cintura ou braços. Os depósitos de tecido adiposo diferem em homens e mulheres. Nos homens, a região abdominal é a principal localização. Já em mulheres, ocorre, principalmente, nas nádegas e nos culotes. Por ser uma intervenção cirúrgica e oferecer riscos à saúde do paciente, a orientação é de que ela só seja indicada quando o paciente não obteve bons resultados por dieta e da prática de exercícios físicos.

Quais são as indicações da lipoaspiração?

O procedimento pode ser realizado por quem deseja eliminar o excesso de gordura acumulada em determinadas áreas do corpo. Porém, a indicação é para pacientes que desenvolveram os depósitos de tecido adiposo em função de fatores genéticos. Somado a isso, existem alguns requisitos que garantem o perfil do candidato ideal a essa cirurgia plástica. São eles:

  • Ser maior de 18 anos;
  • Adultos que estejam, no máximo, 30% acima do peso ideal;
  • Pessoas que tenham a pele firme e com bom tônus muscular;
  • Pacientes saudáveis que não possuam doenças que apresentam risco de vida;
  • Não ser portador de doenças que afetam o processo de cicatrização;
  • Não fumantes;
  • Adultos que tenham atitudes positivas e sejam realistas quanto aos resultados esperados;
  • Indivíduos que se mostrem determinados a seguir as orientações médicas.

Como é realizado o procedimento?

Antes da realização da cirurgia, pode ser aplicada anestesia geral, peridural ou local. A escolha irá variar conforme as regiões abordadas. O primeiro passo é a aplicação da solução de Klein, uma substância composta por soro fisiológico e adrenalina. Essa solução reduz as chances de sangramento. O procedimento é feito a partir de pequenas incisões em diferentes posições da área onde se encontra o depósito de gordura. A partir das incisões, as cânulas são introduzidas para realizar a aspiração da gordura. Os lugares onde elas serão inseridas podem variar conforme a anatomia do paciente e da técnica utilizada. A intervenção pode durar até duas horas. O paciente precisa permanecer internado sob observação por 24 horas.

No pós-operatório, a recomendação é de que ele fique em repouso absoluto. Após dez dias, os pontos são retirados. O retorno às atividades normais só pode ocorrer após duas semanas do procedimento. Antes de se submeter a uma lipoaspiração, é indispensável a avaliação médica. Ela deve ser feita por um cirurgião plástico experiente e de confiança. Quer saber mais?

Compartilhe esse conteúdo:

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
X
Threads

Conheça nossos Projetos Especiais

Leia também:

Agende sua Consulta